Startup brasileira no Vale do Silício

Os brasileiros estão chegando e fazendo bonito. Durante o evento da BayBrazil,  um grupo de jovens empreendedores,  mostrou que o Brasil ,tem sim, oportunidades e opções, mesmo em  tempos de crise.

IMG_0644

Startup Showcase , BayBrazil conferência

A conferência da BayBrazil  aconteceu  no SRI International: Research & Development in Computing .  Uma ONG americana ligada a Universidade de Stanford .Margarise Correia é a organizadora e criadora do evento( vou escrever um post sobre o trabalho dela, só aguardar.)

Os brasileiros chegaram no Vale do Silício trazidos pela Apex – Agencia Brasileira de Promoção Exportação, +Innovators e Sebrae Nacional.

Consegui falar com o Fred Esteves da startup http://pagsaude.com.br/home/ empreendedor brasileiro, super jovem, que apesar  da correria e horários de embarque me deu atendeu super bem.

Me perdoem!! Ainda estou me acostumando a gravar entrevista com Ipad, Iphone…. e o braço insiste em balançar. O video tem 3’47” para quem gosta de tecnologia, empreendedorismo e brasileiro fazendo bonito, vale assistir.

https://cawww.youtube.com/watch?v=LeJ-R_L8YWg

Viva o Brasil  os sonhadores e inovadores. Sucesso!!! Fred Esteves.

salada,inovação e tecnologia

EATSA é o primeiro  fast food  de saladas orgânicas, e totalmente automatizado dos Estados Unidos . Claro, foi instalado em  São Francisco-Ca,  berço do empreendedorismo e inovação .

O restaurante sem garçon, caixa para pagar a conta, e dinheiro,  tem uma fila pequena, 8 minutos no máximo, até os terminais, onde o pedido e o  pagamento são feitos.  Só cartão de crédito.IMG_0633

eatsa4

Terminal para os pedidos.Acoplado na tela,a maquina do cartão de crédito

Pedido feito, o nome do cliente aparece num painel eletrônico instalado acima dos cubículos de onde saem as saladas.

IMG_0624

 O painel informa o  número do cubículo e nome do cliente. Dai como se fosse um passe de mágica,  aparece a majestosa salada orgânica, inovadora e tecnológica.Só tocar a tela, a porta abre e  chega a salada do futuro.

Tem um video sobre essa pequena operação aqui  a baixo. Imagem tremida.Culpa minha,  aprendendo lidar com aparelho que é  telefone, faz filme, toca música e confunde a minha cabeça 6.1.

Eu pedi uma sugestão da casa, “Bento salad”, mas cada  cliente pode criar o seu próprio prato. Como tinha fila e eu estava aprendendo não quis  inventar moda e criar o minha tijela de salada. Na real fiquei com medo da maquininha moderna.

Salada deliciosa, maravilhosa e saborosa. Quase comi  a tijela. Perguntei  para as pessoas ao meu lado, todas apertadinhas numa mesa pequena, sem excessão, só  elogios.

IMG_0627

Eu muito exibida, me apresentei ao pessoal do marketing e ao gerente. Pedi para ver a cozinha.A minha inocência  dói …… depois que a ficha cai. Claro, a cozinha é automatizada, cheia dos segredos tecnológicos e  diretos industriais, ninguém pode visitar. Entrar na cozinha só quem manipula os robôs.

E como aqui é aqui, e ninguém  pára  para almoçar, como nós no Brasil, a maior parte das pessoas se espalham e  almoçam rapidamente onde é possível sentar.

IMG_0632

Vale conhecer o lugar.